Técnico e jogador ao mesmo tempo no São Luiz, em 1939

Por Ademar C. Bindé

 

Este time do São Luiz, com uma de suas formações do ano de 1939, tinha como jogador e técnico Antônio Alves de Souza Quevedo, o Conde (nº 2) e o garoto Augusto Domingues (nº 11), junto com os demais: Avelino (1), Juracy Fanfa (3), Walfredo Fonseca (4), Lude Bührer (5). Ludwig Reichardt (6), Pedrinho Trindade (7), Júlio Eichelberg (8), Jarbas Assumpção Soares (9) e João Fonseca (10). Foto: Acervo particular.

 

 

Um atleta que tivesse um pouco mais de liderança sobre os demais era aquele que escalava o time e ao mesmo tempo se escalava para jogar.

Quando começamos as pesquisas para escrever o nosso livro “O Futebol em Ijuí”, os registros que encontramos sobre as diretorias dos primeiros clubes organizados na cidade ou da formação de seus times não faziam menção a quem era o técnico ou treinador.

Por exemplo, o Sport Club Riograndense, que foi um dos primeiros clubes organizados em Ijuí, na formação de sua diretoria no ano de 1925 tinha como capitão geral Dary Kurt. Ele era jogador do time e presumivelmente também aquele que escalava seus companheiros, comandando assim dentro e fora do campo.

Não era diferente o que acontecia no Sport Club Oriental. Na formação de sua diretoria no ano de 1920, o capitão geral era o Max Steglich (que continuou nessas funções pelo menos até 1925),  o 1º capitão era Rodolfo Verri e o 2º capitão Frederico Fösch (este depois sucedido por Ernesto Goelzer).

Essa situação não se modificou quando aconteceu a fundação do Esporte Clube São Luiz em 20 de fevereiro de 1938. Logo no início o professor Angelino Alves dos Santos, seu fundador, deve também ter exercido as funções daquele que escalava o time.

 

 

Pouco depois, essa responsabilidade passou a ser exercida pelo Antônio Alves de Souza Quevedo, mais conhecido pelo apelido de Conde. Aliás, sobre esse fato aconteceu um episódio curioso que uma vez nos foi contado pelo Augusto Domingues (falecido em 19 de maio de 1994).

Augusto lembrou do jogo que marcou sua estreia com a camiseta do São Luiz no dia 12 de março de 1939, em Santo Ângelo, contra o Grêmio Santo Angelense. Ele tinha então apenas 15 anos de idade e estava na reserva.

Em dado momento, o Conde começou a sentir cãibra nas pernas e quando saiu de campo disse “entra esse guri no meu lugar”. Augusto não se assustou, entrou em campo e na segunda bola que recebeu, chutou forte e marcou um gol.

Alguns minutos depois, já recuperado, Conde voltou ao campo. Augusto saiu, mas continuou vibrando à beira do gramado com o gol que tinha marcado. Esse gol ajudou o São Luiz a vencer o jogo por 3 a 1.Conde continuou com capitão e jogador do time do São Luiz no ano de 1940.

Antecedendo um outro amistoso contra o Grêmio, em Santo Ângelo, no dia 14 de janeiro (São Luiz 4 x Grêmio 1), o jornal “Correio Serrano em sua edição do dia 10, registrava que o “esforçado capitain do São Luiz pede o comparecimento de todos os jogadores colorados, hoje e sexta-feira, no Stadium 19 de Outubro, a fim de serem submetidos a rigoroso treino e ser definitivamente escalado o 11 que deverá envergar a camiseta sãoluizense nos gramados da vizinha cidade”.

 

Texto e foto retirados do Portal Ijui.com

 

Patrocinadores Oficiais

       

ESPORTE CLUBE SÃO LUIZ


Rua 24 de Fevereiro, 68 - Centro

Cep: 98700-000 - Ijuí/RS

Fone geral: (55) 3333-0287

Banco de Imagens

RUBRO TV

Copyright © Esporte Clube São Luiz 2018

Site administrado por: Ijuicomp